sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Francisco de Assis




"Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa , que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido,
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe
é perdoando que se é perdoado
e é morrendo que se nasce para a vida eterna..."





Estava meditando sobre algumas coisas que aconteceram esta semana e que me aborreceram um tanto... Sei que contribui para que uma parte dos acontecimentos tomassem o rumo em que está agora. E desta forma, refletindo e navegando na net, cheguei "coincidentemente" a Oração de Francisco de Assis. Espírito que nos trouxe muitos ensinamentos e que hoje me deixou mais introspectiva...



Fiquem todos com Deus!


Um comentário:

Barreto disse...

Isso é o que devemos considerar: que nós somos responsáveis pelo que se passa em nossas vidas. De alguma forma, mesmo que nao saibamos como, contribuímos para as nossas dores.

Que fique tudo em paz.

Beijos,
Barreto