sexta-feira, 12 de janeiro de 2007

Afinidades espirituais


"Onde estiver sei que vou caminhar com você, meu irmão, meu amigo. Seja na terra ou nas águas do mar, na pureza do ar com você, amigo. Onde estiver sei que vou caminhar com você, meu irmão, meu amigo.Na escuridão sei que a luz vai voltar, sei que o sol vai brilhar em você, amigo. Amor, amor, que nunca vai nos separar. [BIS]" Amigo - José Carlos Guimarães




Esta simples canção espírita me trás muitas lembranças... Lembranças da época em que mais me dediquei à vida espiritual e em que conheci grandes amigos. Bons tempos...

O tema que escolhi foi afinidade espiritual, os verdadeiros laços que nos unem. Nos últimos dias tenho pensado muito no que nos leva a ter maior afinidade com umas pessoas e o porquê de algumas outras apenas passarem por nossa vida. Não consegui encontrar outra explicação que não fosse a da reencarnação. A identificação imediata com uma pessoa que acabamos de conhecer, a sintonia que temos com alguns e a aversão instantânea com outros só pode ser explicada pela multiplicidade de nossa existência neste planeta.

Acredito que os nossos verdadeiros amigos - aqueles que podemos passar muito tempo sem ter contato, mas que mesmo assim contamos realmente - são espíritos que já convivemos em outras vidas e que nos são familiares. Como diz no próprio " O evangelho segundo o espiritismo", é natural a aproximação de espíritos que possuem afinidades em comum, seja na terra ou no mundo espiritual. E sabendo que "nada acontece por acaso", fica fácil deduzir porque temos estes amigos tão especiais que surgem como verdadeiros anjos e nos apoiam nos momentos em que precisamos...


"Está bem visto que aqui se trata de afeição real, de alma a alma, única que sobrevive à destruição do corpo, porquanto os seres que neste mundo se unem apenas pelos sentidos nenhum motivo têm para se procurarem no mundo dos Espíritos. Duráveis somente o são as afeições espirituais; as de natureza carnal se extinguem com a causa que lhes deu origem. Ora, semelhante causa não subsiste no mundo dos Espíritos, enquanto a alma existe sempre. No que concerne às pessoas que se unem exclusivamente por motivo de interesse, essas nada realmente são umas para as outras: a morte as separa na Terra e no céu. " O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo IV, parte final do ítem 18.

Desta forma, faço uma homenagem aos meus amigos-anjos que dividiram comigo momentos muito felizes, mas que principalmente me apoiaram nos momentos em que mais precisei.

VOCÊS SÃO MUITO ESPECIAIS!!!!

13 comentários:

Fabi disse...

Cris, ve se não some mais. bj

Carla disse...

Olá Cris!!!!
Adorei te conhecer; como vc mesma disse: "Nada acontece por acaso!". Estava justamente pensando sobre isso, qdo esbarrei em seu blog. Valeu! Continue brilhando e iluminando as pessoas que por aqui passam. ok. Bju.

Carla Sena

Cris Marques disse...

Carla, agradeço sua visita...

Acredito que nada acontece por acaso e que as afinidades espirituais são uma prova disto...

Não pude acessar seu perfil, pois não é público. Mas volte sempre que quiser.

;-)

thai disse...

oi, cris adorei a sua mensagem,e por incrivel que pareça justamente estava proucurando alguma resposta que me explicasse a afinidade que tenho com minha professora que se tornou uma amiga muito especial,e descobrir através do seu blog que pode sim ser espiritual,de vidas passadas,sabe cris é um sentimento fraternal de carinho amor muito forte!como se eu já a conhecesse de anos e a nossa amizade se tornou tão especial,e ficaria tão feliz se fosse verdade que ela tivesse sido pate de mim em outras vidas!!!

José Henrique S. Pereira disse...

Olá, Cris,
Encontrei teu blog por acaso. Estou procurando explicação para a afinididade que temos eu e uma amiga da faculdade. Nós nos conhecemos em janeiro deste ano, mas parece que já nos conhecíamos há bastante tempo. Certa vez uma aluna da minha sala nos perguntou há quanto tempo eu esta amiga nos conhecíamos. Nós respondemos que estava apenas com um mês. Ele comentou que parecia que já éramos amigos há bastante tempo.
Será que já nos conhecíamos de vidas anteriores?

Unknown disse...

Tava na madrugada procurando algo que explicasse a imediata afinidade com uma menina de 10 ano e achei seu blog, quando procurei seu perfil no face vi que temos um amigo em comum em Curitiba...rs muita coincidencia ou não...abraço e me aceita lá no face!

Unknown disse...

Tava na madrugada procurando algo que explicasse a imediata afinidade com uma menina de 10 ano e achei seu blog, quando procurei seu perfil no face vi que temos um amigo em comum em Curitiba...rs muita coincidencia ou não...abraço e me aceita lá no face!

Anônimo disse...

COMO POSSO ATENUAR O QUE ESTOU SENTINDO, TENHO MINHA ESPOSA QUE É APAIXONADA POR MIM, DESCOBRI QUE TIVEMOS ÓDIO EM OUTRA VIDA E COMO EXPEAÇÃO OU PROVA VIM PARA SER SEU ESPOSO, AGORA CNHECI UMA MOÇA E DESCOBRI QUE É MEU PARENTE ESPIRITUAL, PELO QUE SINTO, A VONTADE DE VE-LA, TENHO CERTEZA QUE FOI E É ALGO MUITO GRANDE, O QUE FAÇO?

ESTOU FADADO A VIVER ESSE RESTO DE VIDA NESTE SOFRIMENTO?

COMO POSSO ATENUAR?

Cris Marques disse...

Ao anônimo,
Temos que ter muito cuidade para não utilizar o mundo espiritual como justificativa para tudo que acontece. Pare e reflita se o que vc está passando não se trata de uma fase, um dos altos e baixos que ocorrem em todos os casamentos. Pois uma atração física nada tem haver com afinidade espiritual... E por tratar-se de algo físico, logo vai passar.

Fique com Deus!

Anônimo disse...

conheci uma pessoa e em pouco tempo já estávamos completamente apaixonados, falando em casamento, jurando amor eterno, eu nao imagino minha vida sem ele e ele a mesma coisa. parece que nos conhecemos a anos, quando na verdade nos conhecemos a apenas 15 dias, mas é um sentimento sobrenatural, aquele olhar, aquele sorriso, aquela voz, o toque, tudo. Eu conheço, eu sinto que conheço, eu esperei tanto, eu procurei tanto.. é essa a sensação que tenho é sim de outra vida entende? eu fecho os olhos quado estou perto dele e tenho visôes, é tudo tão real, ou será que pode ser uma fantasia da minha cabeça? como faço para ter certeza? como posso estudar meu passado? me ajuda

Anônimo disse...

Conheci uma pessoa ha 7 anos atras, numa batida de carro, pareceu-me que ja o conhecia, mas somos casados , e nos encontramos varias vezes por pouco tempo e duas vezes por mais tempo, e ficamos nisso por 5 anos,foi como um sonho, fui muito feliz, ha dois estamos longe, mas dentro desse tempo nos encontramos muito por acaso, incrivel,ele encontrou um document do meu marido no interior de um onibus, veio me entregar e nos vimos, foi magico, uma vez ia saindo do carro, em outra cidade, ligada a SP, ele me viu e buzinou, eu estava com meu marido, outra, apos dois meses, eu estava esperando um onibus, pensando nele, quando ele atravessou a rua e veio para o mesmo ponto, nao tinha me visto ainda, achei que estava delirando, tamanha coinscidencia. Foi muito bom ele disse que ainda nao me esqueceu e que essas coisas nao se esquecem, pois e coisa do coracao.

JACQUELINE MENDONÇA disse...

Conheci um rapaz em um curso de evangelizadores que aconteceu em um dia e meio. Logo no primeiro dia senti que algo me empurrava até, uma afinidade impressionante... Ele disse que sentiu o mesmo. Disse também que nem ia participar do curso, que havia desistido, mas resolveu de última hora ir e, por incrível que pareça, aconteceu o mesmo comigo. Já no primeiro dia também uma colega de curso sugeriu que ele me desse uma carona. Eu sou bem casada e ele também, temos consciência de que somos amigos de outras eras. Pra completar, descobri depois que eu tinha me inscrito pra uma oficina diferente da dele, mas esqueci completamente e estava convicta de que eu tinha me inscrito na que ele estava. Desde então conversamos por horas todos os dias. Foi realmente incrível a forma como fomos conduzidos até nosso reencontro na nossa atual encarnação.

Anônimo disse...

Quando eu tinha uns 12 anos me apaixonei por um rapaz um ano mais velho, foi amor dos dois lados sendo que nossa família nunca aceito nosso amor,nossos caminhos se desencontraram, constituímos família, e hoje nos encontramos de novo com o mesmo amor no coração, sou Espirita e ele Pastor,e digo pra ele que hoje temos que aprender a lidar com esse amor que não podemos nus dar o luxo de plantar dor aos que estão ao nosso lado, digo que dia apos dia tem sido muito difícil.Quando nus encontramos e difícil manter o controle, mais conseguimos doí muito,ele diz que me ama muito que nunca me esqueceu e eu também.Mais sempre me lembro que é preferível ser o ofendido e nunca o ofensor