sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Balanço do ano



Mais uma vez chegamos ao “Fim do Ano”. Semelhante aos outros anos, a correria para as compras de Natal, promessas de mudanças para 1º/1/2008... Enfim, a utopia que sempre toma conta de todos nós ao percebermos que mais um ano acabou e de que o tempo passou muito rápido.

Muitos só valorizam o lado social dessa época, reuniãozinha com os amigos, amigo-secreto, a ceia com a família, preparativos para o Reveillon, etc. Embora as relações sociais sejam importantíssimas, devemos nos lembrar que este também é um momento de introspecção, de conversar consigo mesmo e reavaliar os últimos doze meses.

Eu mesma já me fechei para balanço há algumas semanas... Claro que não deixei de freqüentar nenhum evento social, mas tenho refletido bastante nos últimos dias e conclui que só tenho o que agradecer a Deus!!!

Em 2007 obtive grandes conquistas, amadureci muito, sofri uma grande decepção, é verdade, mas aprendi muito mais.

Foi neste último ano que adquiri meu primeiro imóvel! Nossa, como é bom chegar a minha casa e pensar: “esse é o meu lar”!!!

Também provei minha coragem ao não entrar de cabeça numa “super-roubada” e não me deixei acomodar!

Passei pela minha prova de fogo, em que fui obrigada a reunir todas as minhas forças para dizer adeus a um sentimento que me fazia muito mal há anos. Como é difícil nos desfazer das ilusões!

Outra decisão foi a opção por fazer uma outra graduação. Novos horizontes, novas perspectivas.

Infelizmente foi nesse ano que uma pessoa muito especial passou para o outro plano. A dura constatação de que a vida carnal realmente é efêmera.

Mas para minha felicidade, abracei de alma inteira uma nova fé. Pois em outras bandas, estou finalmente me desenvolvendo.

Fiz novos amigos e reatei contato com os antigos, pessoinhas que enchem meu coração de alegria. Como é bom ter amigos! Amigos de todos os tipos: aqueles que te levam pro hospital quando você está doente; aqueles que te ouvem lamuriar pela zilionésima vez a mesma ladainha; aqueles que te acompanham no chopp ou no shopping; aqueles que te dizem a verdade que dói; aqueles que te mostram um novo caminho; aqueles que te contam piadas sem graça, mas que você ri porque percebe que ele realmente acha aquilo engraçado; aqueles que dirigem numa velocidade de cruzeiro e ainda se perdem no caminho; aqueles que te ligam super-eufóricos para contar alguma façanha; aqueles que vão morar do outro lado do oceano; aqueles que vieram de longe te visitar; aqueles que a gente fica muito tempo sem se ver, mas ao reencontrar percebe que a amizade é a mesma...

No balanço geral, acredito que 2007 foi um ano muito positivo, embora com algum sofrimento, pois sem dor não aprendemos, não crescemos. Desta forma, desejo a todos que, ao fazerem seu fechamento de fim de ano, cheguem a conclusão de que o saldo é positivo e de que para o próximo ano, as perspectivas são ainda melhores.

Fiquem todos com Deus!


2 comentários:

Fabi disse...

autoavaliação? eu já fiz a minha e descobri que preciso muito mudar muitas coisas. mas falta a coragem de começar todas essas mudanças.
feliz natal

cris disse...

Fabi, c tá viva fia???
Mandar sinais de fumaça as vezes é bom!!!
Então, começa mudando uma coisinha de cada vez, um passo de cada vez...

Beijos